Hot Flowers
side-area-logo

BLOG

Blog
A disfunção erétil (DE) refere-se a incapacidade de obter e/ou manter uma ereção adequada até a conclusão da atividade sexual. 
Pesquisadores afirmam que atinge 45,1% dos homens brasileiros em algum grau.

A sexualidade masculina sofre alterações em decorrência de vários fatores, entre eles tem-se o desemprego, perda de familiares e amigos, problemas sexuais com a parceira, problemas no relacionamento, doenças físicas e emocionais. 

Fatores que favorecem a disfunção erétil

Os fatores que causam a dificuldade de ereção são:
1- Maus hábitos de vida (sedentarismo, obesidade, estresse, tabagismo, alcoolismo e drogas ilícitas);
2- Cirurgias e traumas (com lesões nos músculos, circulação e nervos);
3- Conflitos no relacionamento, baixa autoestima, insegurança, depressão e questões culturais;
4- Doenças de origem neurológica (ex. Mal de Parkinson, vascular (ex. diabetes), hormonal (ex. diminuição de testosterona), respiratória e outras;
5- Efeitos adversos de medicamentos (anti-hipertensivos, diuréticos, antidepressivos, ansiolíticos);
6- Condições físicas que cause dor ou desconforto na região do períneo;
7- Envelhecimento (enfraquecimento muscular, circulatório e nervos).  

Tratamentos para a disfunção erétil

Fatores emocionais e físicos comprometem os músculos do assoalho pélvico, região do períneo, e como consequência haverá alterações na ereção e ejaculação. Nestes casos é indicado tratamento com o Fisioterapeuta especializado na área Pélvica. Indica-se o Psicólogo quando há problemas emocionais, e o Médico quando há alterações orgânicas e doenças.

O Massageador Terapêutico Peridell da HotFlowers faz parte da linha da saúde terapêutica DELL, este foi desenvolvido por uma Fisioterapeuta Pélvica e sexóloga diante da necessidade de trabalhar disfunções musculares da região perineal. Ele atua com a vibração e possui 4 ponteiras diferentes para atuar em diversas áreas e com diferentes objetivos. Acompanha um manual de uso.
Pesquisadores americanos (Segal, Tajkarimi & Burnet, 2013) relatam que a vibração estimula reflexos no pênis e ativam contrações rítmicas progressivas para melhorar a rigidez da ereção. A vibração estimula a contração dos músculos bulboesponjoso, bulbocavernoso e isquiocavernoso e ativa os centros ejaculatórios, contribuindo na melhora da sexualidade masculina.

Alguns produtos sensuais contribuem na ereção e aumento da circulação local, estes podem ser passados na região do pênis antes ou após o uso do Peridell para intensificar a melhora local. Além de serem usados durante as práticas sexuais para intensificar a ereção e prazer.

Alguns produtos sensuais que contribuem na ereção masculina

Alguns produtos sensuais contribuem para melhorar a saúde íntima, prazer e sexualidade do homem, são eles:
1- Óleo para massagem Sens – com óleo de coco, com os toques promove leve aquecimento com aumento da circulação local e facilita a ereção. Fazer massagem sobre o pênis e períneo;
2- Hot Shock viber spray – vibrador líquido que aumenta a circulação e percepção local, atua na sensibilidade e ereção;
3- Hot Long: spray que diminui a sensibilidade local, retarda a ejaculação e prolonga o tempo de ereção;
4- Hot & Hard: gel que promove aumento da circulação do pênis e facilita a ereção;
5- Expand: faz vasodilatação local, promove inchaço e facilita a ereção;
6- Erupção – faz leve aquecimento e vibração, tem aroma de laranja para o sexo oral e estímulos prazerosos no pênis;
7- Volumão – contribui na ereção e prazer;
8- Maduro – estimulador de ereção para homens maduros.


Todas as pessoas vivenciam períodos e situações que interferem na sexualidade, mas o importante é compreender estas dificuldades e buscar ajuda quando necessário.
Realizar preliminares com estímulos prazerosos contribui na sexualidade individual e do casal. Use sua criatividade com os produtos HotFlowers.

Fabiane Dell` Antônio   -   Fisioterapeuta
Palestrante - Consultora da Empresa HotFlowers – SP

Muitas pessoas apresentam alterações nos músculos íntimos, conhecidos como músculos do assoalho pélvico, e como consequência podem apresentar comprometimento na vida sexual, com desconforto ou dor durante as penetrações vaginais e anais, além da dificuldade em sentir prazer e orgasmo.
A HotFlowers lançou um produto inédito no Brasil para melhorar a saúde dos músculos íntimos de homens e mulheres e proporcionar prazer, com melhora na sexualidade e vida íntima.
O produto D – Dell são dois massageadores formados por duas peças que totalizam quatro ponteiras diferentes para massagear e comprimir os músculos do assoalho pélvico com disfunções musculares, utilizado intravaginal, intra-anal e na região externa do períneo e pelve.

Indicações:

  1. Dor pélvica;
  2. Dor na relação sexual vaginal e anal;
  3. Pontos-gatilhos miofasciais (nódulos de tensão);
  4. Tecido cicatricial no períneo, vagina, ânus;
  5. Alívio da dor muscular;
  6. Melhora da sensibilidade local;
  7. Relaxamento de músculos e tecidos;
  8. Alongamento ativo ou sustentado de músculos e tecidos;
  9. Estimulação da próstata e Ponto G, entre outras.

                                                                                        
Os massageadores pélvicos D-Dell
Os massageadores pélvicos D-Dell são formados por 2 peças em formato da letra “S” com 2 pontas diferentes em cada peça, totalizando 4 ponteiras para estimular os músculos com massagens sensuais e para melhorar a saúde local, assim como para realizar compressões sobre os nódulos de tensão (gatilhos miofasciais).
Sim, pode haver nos músculos com tensão a formação de nódulos de tensão que causam dor e desconforto durante as práticas sexuais, e comprometem o prazer e a saúde local. Nestes casos são indicados para mulheres que sofrem de dor pélvica crônica, e para mulheres ou homens que apresentam dor ou desconforto durante as práticas sexuais.

Como usar os Massageadores D-DELL
Modo de usar:

  1. Encontre um lugar tranquilo e deite-se confortavelmente de costas com suas pernas dobradas (flexionadas) e abertas para relaxar a região do períneo, introduza-o no canal vaginal ou anal com profundidade de 2 a 6 cm, de preferência com preservativo.
  2. Usar lubrificante na ponteira escolhida para o tratamento;
  3. O tempo de massagem deve ser progressivo de acordo com a melhora local;
  4. Realize movimentos suaves de deslizamento em toda a região por 3 a 15 minutos, com deslizamento vertical e transversal, circular na abertura vaginal e anal (360°). Diminua a pressão no ponto acima que sinaliza as 12 horas de um relógio, neste ponto pode estar a uretra e próstata, e assim sentir desconforto.
  5. No ponto que sentir maior dor realize uma pressão maior e sustentada até sentir o alívio da dor, ou por 3 a 5 segundos várias vezes.
  6. Este produto pode ser utilizado na região do períneo de homens e mulheres, assim como em qualquer área corporal que apresentam as indicações citadas acima.

 

Recomendações
1- Tempo inicial de uso são 3 minutos e progredir até no máximo 15 minutos, usar em dias alternados ou de acordo com seu Fisioterapeuta especializado na área pélvica;

2- Se houver muito desconforto após o uso reinicie somente após 48h e diminuía a pressão e tempo. Se persistir interrompa e procure um Fisioterapeuta especializado.
3- Após o uso recomenda-se a higienização com sabão neutro, secar bem e guardá-lo em local seco.  Uso individual, preferencialmente.

4- Recomendamos uma consulta com um Fisioterapeuta especializado em caso de dificuldade no uso deste produto.

 

A HotFlowers oferece a linha de produtos para a saúde íntima, chamada de SAÚDE TERAPÊUTICA. Alguns produtos que que melhoram a saúde e o prazer de homens e mulheres são: PERIDELL (massageador terapêutico), FACIDELL (capa facilitadora para penetração), TERMODELL (bolsa térmica), DELL (dilatadores vaginais e anais), INTENSE LOOB (lubrificante íntimo 100% silicone), BOMBA PENIANA E CLITORIANA (bombas a vácuo), CONES (kit de cones e Cones DELL), BOLINHAS (de pompoar e BENDELL) e outros.

Fabiane Dell`Antônio -  Fisioterapeuta, Consultora e Sexóloga

Os brasileiros não admitem, mas a insatisfação sexual está presente para muitos homens e mulheres, onde os casais fazem sexo com pouca freqüência e o que predomina é a “rapidinha” e atividades monótonas. Neste contexto há insatisfação para uma ou ambas as partes, com o tempo estas atividades sexuais podem refletir no baixo desejo sexual, dificuldade de sentir prazer e afastamento íntimo e amoroso entre o casal. Muitas mulheres apresentam dificuldade de sentir o orgasmo, mas fingem para seus parceiros.

Eles, por sua vez, acreditam ou preferem acreditar que está bom o sexo e não procuram atividades diferentes para mudanças em favor da parceira. Assim, a ausência de criatividade e comunicação entre ambos promove frustrações e monotonia na vida sexual do casal. Homens e mulheres que sentem prazer no sexo são mais felizes, sentem bem estar nas atividades diárias, melhora o rendimento mental e físico, além de estimular o desejo sexual, o companheirismo e intimidade entre o casal.

 Diferentes práticas sexuais As atividades sexuais podem ocorrer através do sexo vaginal (penetração do pênis na vagina), sexo anal (penetração do pênis no ânus) e sexo oral (estimulação oral no pênis e clitóris). Destas práticas sexuais a que favorece o maior número de mulheres a sentir orgasmo é a estimulação no clitóris, atividade conhecida como sexo oral. Mas esta estimulação pode ocorrer também através do toque, seja pelo parceiro ou por ela mesma. Estímulos agradáveis no clitóris e pênis através de toque manual, língua, géis e vibradores são realizados por mulheres e homens para sentir prazer. Estes podem favorecer o orgasmo e desejo sexual, contribuindo para a felicidade na vida sexual do casal. A criatividade Homens e mulheres devem usar a criatividade para melhorar e manter uma vida sexual saudável, com prazer, intimidade e companheirismo.

A prática de estímulos no (a) parceiro (a) e em si próprio (a) auxilia no conhecimento sexual e na maturidade, sem necessidade de fingimento e negação ao sexo. Recomenda-se variar nas posturas, locais que realizam sexo, atividades sexuais diferenciadas, e preferencialmente com a realização de preliminares. Neste período um deve estimular o outro através do tato, audição, visão e gustação. Para estimular o tato recomenda-se o uso do vibrador Bullet, onde este é um cone com fio e controle remoto, assim pode ser utilizado para estimular pênis, períneo, vagina (ponto G), clitóris e região anal. Pode ser usado individualmente ou em casal.

 

Fabiane Dell` Antônio Fisioterapeuta - Palestrante - Consultora Participação de textos sobre sexualidade em Revistas, Sites e Jornais de circulação Nacional.

* Mestrado em Ciências da Saúde Humana – UnC / SC
* Especialização em Neuropsicologia e Aprendizado – PUC / PR
* Especialização em Fisioterapia em Uroginecologia – CBES / PR
* Especialização em Sexualidade Humana – USP / SP

Quando o homem ejacula antes do que gostaria ele pode ter Ejaculação Precoce (EP), esta ocorre em 20 a 30% dos brasileiros.
Não existe um tempo que determina se é ou não EP, mas nestes casos ela ocorre com estímulo sexual mínimo antes, durante ou logo após a penetração. Isso mesmo, alguns homens ejaculam antes de penetrar na vagina e causa insatisfação sexual para o casal.

Possíveis causas da Ejaculação Precoce (EP)
Muitos homens que apresentam EP tem pouca autoconfiança em relação ao sexo e envolvimentos íntimos, dificuldade em ter vínculos afetivos, diminuição do desejo, e desconforto por não satisfazer a (o) parceira (o), o hábito de realizar as práticas sexuais com pouco envolvimento emocional e pensamentos sexuais que favorecem a rápida ejaculação.

Pesquisas recentes apontam como causas problemas e traumas emocionais relacionados à vida sexual do homem.
Os homens mais jovens e com pouca experiência sexual apresentam maior incidência desta disfunção sexual. Outros a desenvolvem devido a parceira sentir dor ou desconforto, assim ele termina logo a atividade sexual por estar preocupado com ela.

A Ejaculação rápida pode apresentar ainda como causas a hipersensibilidade na glande, falta de controle no reflexo ejaculatório, ansiedade excessiva, primeiras experiências sexuais inadequadas, insegurança, falta de conhecimento da sua sexualidade, enfraquecimento e tensão nos músculos do assoalho pélvico (região do períneo e pênis), entre outras.
   

Como melhorar?
Para melhorar o controle na ejaculação o homem precisa avaliar sua vida sexual individual e do casal, mudanças no comportamento e práticas sexuais, ter envolvimento emocional e físico durante as práticas sexuais. Algumas vezes precisará de ajuda profissional de um psicólogo, fisioterapeuta e médico que atuam em sexologia.
Dicas para melhorar a EP
1-    Diminuir a ansiedade com atividades relaxantes e físicas, alguns casos com medicação;
2-    Cuidar da alimentação e ter controle do peso corporal;
3-    Evitar realizar com frequência a masturbação e relações sexuais com pressa, “as rapidinhas”;
4-    Realizar momentos de intimidade e aumentar o tempo das preliminares, com envolvimento físico e emocional;
5-    Evitar pensar em cenas eróticas durante as práticas sexuais, relaxar e envolver-se no ato em si e com a pessoa em questão;
6-    Adquirir hábitos defecatórios e miccionais com calma e respeitando seu corpo, sem pressa;
7-    Usar produtos eróticos durante as preliminares e em seus momentos de intimidade. Estes além de ajudar no controle ejaculatório irão satisfazer sua parceira e aumentar seu envolvimento no ato sexual;
8-    Procurar tratamento com profissionais da saúde.

Para o tratamento físico recomenda-se que o homem aprenda a relaxar os músculos da região do períneo e adquira o controle no reflexo ejaculatório.

Importante sobre a melhora: a EP necessita de muitas mudanças comportamentais, emocionais e físicas (nos músculos do períneo). Seu tratamento requer participação do homem e do conjugue, é gradual e lento.

Alguns produtos sensuais que auxiliam no controle ejaculatório
1-    Lis-in – gel que promove diminuição da sensibilidade local e retarda o tempo da ejaculação;
2-    Spray Hot Long – líquido que diminui a sensibilidade local para retardar a ejaculação;
3-    Anel de silicone – colocado na base do pênis para comprimir os vasos sanguíneos e prolongar a ereção e ejaculação;
4-    Vibrador Peridell – aumenta a circulação dos músculos da região do períneo com melhora no relaxamento, controle e coordenação, contribui no controle do reflexo ejaculatório.


Exercícios para melhorar a EP
1-    Deitado com os joelhos flexionados (dobrados), ele deve contrair e relaxar o ânus devagar e sem ajudar com outra região do corpo, ou seja, contrações realizadas apenas com a região anal.
Realizar 2 séries de 10 com intervalo entre as séries de 30 segundos de repouso. Total: 20 repetições, e pode ser realizado até 2 vezes ao dia, totalizando 40 repetições no dia.
2-    Durante a masturbação ao sentir que irá ejacular o homem deve parar o movimento e comprimir com seus dedos indicador e polegar (forma um anel) a base do pênis e esperar passar a sensação de ejaculação (reflexo ejaculatório), após reiniciar os movimentos e assim sucessivamente até ejacular.
Deve observar que com a prática ocorrerá um aumento do tempo da ejaculação, progressivamente. Após aumentar o tempo da ejaculação sozinho deve iniciar esta prática com a (o) parceira (o), se necessário.
3-    Realizar com frequência preliminares com estímulos prazerosos, neste momento envolva-se no ato em si, sinta o toque, os beijos e não acelere a ejaculação.
4-    Use o Massageador Terapêutico Peridell3 vezes na semana por todo o pênis e região de escroto e ânus, com a ponteira parada e em movimento. Tempo inicial de 3 minutos e progredir até 15 minutos por região. Acompanha o Manual com explicações detalhadas sobre as ponteiras e seu uso.
No homem o adequado relaxamento e coordenação dos músculos íntimos favorecem o controle do reflexo ejaculatório, que produz o orgasmo. Mas lembre-se que fatores emocionais e de comportamentos influenciam muito na melhora do quadro.


Fabiane Dell` Antônio   -   Fisioterapeuta
Palestrante - Consultora da Empresa Hot Flowers – SP
Participação de textos sobre sexualidade em Revistas, Sites e Jornais de circulação Nacional
* Mestrado em Ciências da Saúde Humana – UnC / SC
* Especialização em Neuropsicologia e Aprendizado – PUC / PR
* Especialização em Fisioterapia em Uroginecologia – CBES / PR
 * Especialização em Sexualidade Humana – USP / SP 
        

Com o calor do verão e os dias mais longos o sexo rápido, conhecido como “a rapidinha”, torna-se mais frequente e fácil de ser realizado, devido ao vestuário e programas típicos desta época. O sexo realizado de forma rápida é quando o casal está com desejo e vontade de ter penetração com pouco tempo para estímulos, o foco é a penetração. Esta prática deve ser realizada quando ambos desejam, e muitas vezes está envolvida com fantasias eróticas, como transar na praia, na escada, no carro, no banheiro... etc. Cuidados para fazer uma “rapidinha” segura Fazer sexo em situação inusitada excita muito as pessoas, mas é preciso ter alguns cuidados para o prazer momentâneo não se tornar em problemas futuros, como:

1- Usar camisinha. A gravidez e as doenças sexualmente transmissíveis também ocorrem com o sexo rápido;

2- Cuidar com filmagens e fotos. No momento da empolgação o casal não percebe que tem alguém por perto ou que há câmeras;

3- Evitar locais que podem ocasionar machucados e perigo à saúde. No rala e rola podem apoiar-se em algo ponteagudo ou cortante;

4- Evitar locais proibidos. Transar no banheiro do avião pode ser constrangedor se forem flagrados. Como fazer uma “rapidinha” prazerosa Fazer uma “rapidinha” eventualmente é bom demais, mas torna-se um problema para a sexualidade do casal quando esta prática torna-se única, onde o casal não valoriza os momentos de intimidade e não realiza preliminares. Para as mulheres esta prática frequente não favorece o orgasmo, e com o tempo podem desenvolver diminuição do desejo e lubrificação.

Já os homens podem desenvolver ejaculação precoce. Para fazer uma “rapidinha” prazerosa tem-se algumas dicas:

1- O homem deve estimular o clitóris da mulher com o dedo enquanto faz a penetração, ou beijar na boca e seios. Assim facilitará que ela tenha prazer durante a intimidade. Se ela estiver relaxada com a situação e bem excita poderá ter orgasmo;

2- O casal deve usar a criatividade e estarem ambos excitados antes do ato em si. Caso a mulher não esteja com boa excitação ela terá dificuldade em ter orgasmo. Ele terá contratempos na ereção;

3- A mulher não deve realizar esta prática se não é bom para ela. Fazer rapidinha para agradar o homem pode ser muito prejudicial para a sexualidade dela e do casal

4- Deve escolher bem o local e ter os cuidados necessários. Dicas para o casal: use a criatividade e surpreenda seu/sua parceiro/a com uso de lingeries ou fantasias. Assim a “rapidinha” será muito mais prazerosa.


Fabiane Dell` Antônio Fisioterapeuta - Palestrante - Consultora

*Participação de textos sobre sexualidade em Revistas, Sites e Jornais de circulação Nacional

* Mestrado em Ciências da Saúde Humana – UnC / SC

* Especialização em Neuropsicologia e Aprendizado – PUC / PR

* Especialização em Fisioterapia em Uroginecologia – CBES / PR

* Especialização em Sexualidade Humana – USP / SP

O Seven Sensations ( Sete Sensações) está concorrendo ao prêmio de melhor produto do ano nos Estados Unidos, na categoria "Sex Enhancement". A premiação será realizada no próximo dia 12 de Janeiro em Los Angeles, CA - USA.
O evento é organizado pela XBIZ, principal editora de notícias e informações de negócios do mercado adulto erótico nos EUA. Maiores informações no site www.xbiz.com
Mais conhecido como Sete Sensações no Brasil, o produto se trata de único no mundo. Um produto fantástico com sete atributos que traz uma experiencia única para o sexo anal, tendo em sua formulação componentes que são capazes de inibir a dor sem retirar o prazer. Desenvolvido com ingredientes naturais, tem ação bactericida e germicida, proporciona segurança, confiança e mais satisfação.

COMPRE AQUI FALE CONOSCO